...

Por que apresentamos bebês em nossa igreja?

Igreja Viva | publicado há 4 semanas

Embora seja usual a apresentação de crianças em diversas igrejas, os motivos dessa prática não costumam ser abordados com frequência. E o significado desse desse momento tão especial acaba ficando oculto;

A apresentação não é uma ordenança ou algo instituído pela Bíblia, mesmo assim ela representa um compromisso público dos pais perante Deus e a comunidade de fé. Deixando claro que compreendem o seu papel, como discipuladores de seus filhos e que contarão com a ajuda do Espírito Santo para que estes conheçam a Jesus Cristo e O sigam.

Como já mencionado, a Bíblia Sagrada não faz referência a apresentação de crianças como ordenança. Nem mesmo os textos da apresentação de Samuel em 1.Sm. 1.27 -28, ou de Jesus Cristo em Lc. 2:22-24 podem ser apontados como exemplos para o modelo feito hoje. Pois nestes casos trata-se de situações específicas. 

Ana, mãe de Samuel, era  estéril e por isso havia feito o compromisso de entregar seu filho, caso viesse a conceber. Enquanto a apresentação de Jesus no templo remete a uma Lei seguida no Velho Testamento.

Mas então por que apresentar seus filhos? 

Deuteronômio 6:7 diz:

“Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar.”

Este texto deixa claro que na caminhada cristã, os pais devem se empenhar continuamente em prol da vida espiritual  de seus filhos. Tendo consciência, de que sua entrega por completo diante de Deus, é fundamental para o êxito nesta tarefa. 

Partindo deste princípio, a apresentação de um bebê não é somente uma cerimônia bonita, mas um dos primeiros passos do casal diante do Senhor, assumindo 
um compromisso público com o futuro da criança. 

Esse ato segue o exemplo de Josué, que disse ao povo as seguintes palavras:

“Se, porém, não lhes agrada servir ao Senhor, escolham hoje a quem irão servir, se aos deuses que os seus antepassados serviram além do Eufrates, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra vocês estão vivendo. Mas, eu e a minha família serviremos ao Senhor". Josué 24:15

Quando Josué diz que ele e sua casa serviriam ao Senhor ele estava se comprometendo de forma inequívoca, diante do povo e de Deus.

Contudo, esse momento também fala do papel da igreja em promover consciência sobre as responsabilidades dos pais diante do Senhor. E auxiliar as famílias, contribuído  para o crescimento espiritual dessas crianças.

Ministro Antonio Fidelis
Ministério com Crianças

VIDA IBB

...
Igreja Viva | publicado há 1 dia
#culto-domingo
...
Igreja Viva | publicado há 1 semana
#pinhais

ver todas