...

Paz em meio ao caos

Igreja Viva | publicado há 11 meses

Gosto de uma frase que o Pr. Guilherme Falcão algumas vezes diz quando lhe pergunto como ele está: “em paz nas lutas, querido!”. Como soa esta resposta para você? Nessa resposta não tem vitimismo, mas também não tem triunfalismo. Ele não se assume como vítima quando está diante dos problemas, mas também não assume o falso triunfalismo “gospel” que, influenciado pela teologia da autoajuda, sempre diz que está tudo bem.

Mas, então, como pode haver paz nas lutas? Como podemos ter paz em meio à guerra? Paz em meio ao caos?

A juventude da IBB trouxe “A Nova Natureza” como tema para este mês de agosto. Os jovens nos levarão, como igreja, à reflexão sobre a nova natureza em Cristo, que transborda em transformação sobre o que está à nossa volta. Tudo começa em nosso interior e transborda para os relacionamentos familiares, sociedades, povos e para a própria criação. Creio que este é o ponto de partida para entendermos a paz em meio ao caos.

Precisamos sempre lembrar que, sem a Salvação em Cristo Jesus, vivemos a desordem das consequências do pecado. Em Gênesis, Deus diz que, quando o ser humano pecasse, a humanidade “morrendo morreria”. O capítulo 3 do livro de Gênesis nos revela isso. O pecado gerou caos na identidade humana; as pessoas não sabem quem são. Gerou caos no relacionamento entre o homem e a mulher; surgiram machismos, feminismos e outros ismos que fazem um oprimir ao outro. Gerou caos nas sociedades com os mais fortes oprimindo os mais fracos. Gerou caos na natureza criada, com todas as catástrofes que vemos dia após dia. 

A verdade é que a velha natureza pecaminosa sempre puxa para o caos, para o “morrendo morrerás”. Enquanto Jesus não voltar, é impossível não estarmos em lutas constantes contra a desordem e o caos, sejam essas lutas em nós ou em volta de nós. É por isso que não cabe triunfalismo, mas também, para o discípulo genuíno de Jesus, não cabe vitimismo, pois recebemos uma nova natureza.

Mesmo em meio ao caos, Deus prometeu um novo tempo. Um tempo em que seríamos transformados. Ele diz: 

“Darei a vocês um coração novo e porei um espírito novo em vocês; tirarei de vocês o coração de pedra e lhes darei um coração de carne. Porei o meu Espírito em vocês e os levarei a agirem segundo os meus decretos e a obedecerem fielmente às minhas leis” (Ezequiel 36.26,27). Este tempo se cumpriu em Jesus. Jesus venceu a morte na Sua obra na Cruz por meio de Sua ressurreição. A morte não tem mais poder sobre aqueles que se rendem a Jesus. Por isso Ele disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente.” (João 11.25,26.)  

Em Jesus, temos essa nova vida e é através dela que podemos ter paz em meio ao caos. É a nova natureza em nós que nos proporciona essa paz. O apóstolo Paulo é um dos grandes exemplos de como viver a paz em meio ao caos. Ele, mesmo em uma prisão, vendo os cristãos serem perseguidos, escreveu:

 “Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se! Seja a amabilidade de vocês conhecida por todos. Perto está o Senhor. Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas  mentes em Cristo Jesus.” (Filipenses 4.4-7).

Como você tem enfrentado as dificuldades? Com vitimismo, sem a consciência do mover de Deus em você? Com triunfalismo, achando que seu pensamento positivo é capaz de lhe fazer vencer? Ou com esperança, sabendo que Deus age em todas as coisas, transformando-lhe e dando a paz que excede o entendimento, sabendo que você está crescendo na nova natureza? Hoje mesmo busque ao Senhor e peça que Seu Espírito lhe dê sabedoria para entender e viver essa paz da presença dEle em nós em meio ao caos.

 

Escrito por Pr. Marcos Paulo
 

VIDA IBB

...
Igreja Missional | publicado há 1 semana
Igreja Viva
...
Igreja Viva | publicado há 2 semanas
Igrejaviva

ver todas