...

A parábola do grão de mostarda

Igreja Viva | publicado há 1 mês

Você já ouviu falar em storytelling? 
Este é um termo muito utilizado nas estratégias de marketing e comunicação nos dias de hoje para transmitir uma mensagem através de histórias envolventes e criativas, no entanto, para nós, discípulos de Jesus, já identificamos Ele utilizando esta estratégia a mais de dois mil anos para anunciar as boas novas, as quais são chamadas de parábolas.  
Na bíblia, encontramos aproximadamente 40 parábolas de Jesus, que visam revelar a vontade e a Palavra de Deus de uma forma enigmática e contextualizada à época. 
Dentre as parábolas, temos uma pequena história nos evangelhos sinóticos (Mateus, Marcos e Lucas), onde Jesus utiliza-se da referência de uma semente de mostarda para descrever o Reino de Deus. 
No evangelho de Marcos 3.30-34 Jesus inicia a parábola informando que estaria utilizando-se da figura do grão de mostarda para comparar ao reino de Deus. 
Quando refletimos sobre o reino de Deus, se faz necessário trazer um destaque de uma diferença no termo utilizado no evangelho de Mateus, pois, em decorrência dos destinatários da carta serem os Judeus, e a cultura inegociável de não usar o nome de Deus em vão, o termo utilizado é o reino dos Céus, o que pode levar ao entendimento equivocado de que o reino de Deus somente será vivido no céu. 
No entanto, as escrituras têm clareza em descrever o reino de Deus como sendo o reino estabelecido pela vinda de Jesus, que morreu, ressuscitou para termos acesso à vida eterna em Cristo Jesus. 
Diante desta verdade, como pano de fundo da parábola do grão de mostarda, podemos identificar alguns ensinamentos preciosos e práticos para os dias de hoje, as quais destaco apenas três olhando para a semente, para o plantio e para o fruto. 
Quando olhamos para a semente do grão de mostarda, na época de Jesus era a menor semente conhecida por aquela sociedade, mas tinha um potencial para gerar belos frutos. 
No reino de Deus precisamos caminhar com os olhos de Deus contemplando o potencial interior e não exterior de uma semana. Seu coração é uma semente no reino de Deus que precisa crescer cada dia mais em conhecimento e transbordo. 
No entanto, para a semente crescer se faz necessário o plantio, pois a semente no Reino de Deus não é para consumir, mas para gerar frutos, ou seja, somos abençoados para abençoar. 
Uma semente tem um potencial, mas ela somente irá cumprir seu propósito se gerar outros frutos, e para crescer e gerar frutos é necessário ser plantada em uma boa terra. 
Por fim, quando destacamos a palavra de Jesus que afirma que aquela pequena semente de mostarda pode abrigar as aves dos céus, deixa claro que no Reino de Deus, quando você decide viver as verdades eternas de forma plena, frutificar o amor de Deus, você vai abençoar seu ecossistema onde Deus te inseriu. 
Que Deus nos abençoe a viver todo o potencial semelhante ao grão de mostarda, transbordando vida, amor e cuidado ao transmitir a mensagem do Reino de Deus e continuar espalhando a mensagem de salvação.   
Pr. Edemilson Vieira 

VIDA IBB

...
Igreja Viva | publicado há 3 semanas
Igreja Viva
...
Igreja Viva | publicado há 1 mês
Igreja Viva

ver todas